25/08/15

"O amor é assim ... " - Capítulo 4 "

No último capítulo:
 Sequei o cabelo e retomei os estudos, estava a começar a ficar cansada, olhei para o telemóvel e suspirei, nem uma mensagem dele, tão estranho, arrumei as coisas e deitei-me, amanhã será um novo dia.
*****************************************************************************     
  O sol estava a bater-me nos olhos, sempre tive o vicio de dormir com a persiana aberta principalmente no Verão, gosto de ver os raios de sol logo pela manhã, abri os olhos e sorri, que lindo dia que vai estar.
Olhei para o telemóvel e já eram dez horas da manhã, hoje é dia de ir à escola ver os livros que vou precisar para o último ano do secundário e ver em que turma calhei, depois de sair de lá vou ao centro comercial comprar os cadernos e mais algumas coisas.
Levantei-me e em meia hora estava pronta, desci as escadas e entrei na cozinha.

- Bom dia família.

- Bom dia querida, hoje dormiste até mais tarde.

- Estava cansada, soube-me mesmo bem, vou só tomar o pequeno-almoço, vou à escola e depois às compras.

- Fazes muito bem, precisas de boleia?

- Se o pai me deixar à beira da escola, agradeço.

- Claro que dou, fica a caminho do meu trabalho e acho que está na altura de ires tirar a carta.

- Hum acho que é uma óptima ideia pai, ia-me dar imenso jeito.

- Temos de tratar disso então, no sábado estou de folga e podemos ir saber preços.

- Por mim fica combinadíssimo, tenho os melhores pais do mundo.

- Nós é que temos sorte na filha que temos.

- Obrigada mãe.

- Ai esta rapariga, vá lá come.

- Se já estiverem os livros na escola encomendo na mesma papelaria?

- Sim fazes isso e depois a mãe passa lá a pagar, para o material tens dinheiro?

- Sim eu levo o cartão.

  Acabei de tomar o pequeno-almoço e o meu pai deixou-me na escola, que saudades eu já tenho das aulas, mas daqui a um mês começa tudo de novo e eu vou empenhar-me ao máximo para entrar no curso que sempre sonhei.
Peguei no telemóvel e nada, estava a ficar preocupada, normalmente quando nós nos chateamos ele não para de me ligar e mandar mensagens e desta vez não.
  Entrei na escola e fui ver se as turmas já tinham saído e sorri, fiquei no 12º A, fiquei tão feliz, na mesma turma que a minha melhor amiga, vai ser tão bom, de seguida passei na papelaria e pedi a lista dos livros e o meu horário.
O horário não me posso queixar dele, tenho três tardes livres, e só dois dias é que tenho aulas o dia inteiro.
Caminhei lentamente até sair da escola, a papelaria em que costumo encomendar os livros não fica muito longe por isso optei por ir a pé.
Quando dei fé já estava a porta, entrei e uma simpática rapariga veio atender-me, nunca a tinha visto ali.

- Bom dia, o que deseja?

- Bom dia, eu quero encomendar estes livros.

- Pode deixar-me um número de contato?

- Sim claro, vou deixar o da minha mãe, ela quando os livros estiverem aqui vem e paga-os.

-  91 …. Em que nome fica?

- Pode ficar no meu, Margarida Rodrigues.

- Ok, pode deixar, mal estejam aqui todos telefonamos.

- Muito obrigada, continuação de um bom dia.

- Igualmente.

Saí da papelaria e liguei à minha mãe.

- Bom dia de novo filhota.

- Bom dia, já encomendei os livros, mal estejam todos na papelaria ligam para ti.

- Certo, já sabes a turma e os horários?

- Sim, fiquei no 12º A, na mesma turma que a Beatriz e o horário é excelente, três tarde livres e só dois dias com aulas o dia inteiro.

- És uma sortuda, a mãe tem de desligar, depois falamos.

- Até logo.

 Apanhei o autocarro e em dez minutos estava no centro comercial, comprei apenas o necessário: cadernos, canetas, lápis, micas, borracha, aguça, uma carteira para levar os livros e o que precisar, marcadores e lápis.
Paguei tudo e apanhei o autocarro para ir para casa, passado meia hora estava finalmente a entrar em casa, subi até ao meu quarto e arrumei as coisas.
 Olhei para a minha prancha que estava encostada à parede e sorri, à tanto tempo que não vou apanhar umas ondas, desde que comecei a namorar com o Afonso deixei completamente de fazer aquilo que gosto, surfar.
Vesti o bikini, calções e uma t-shirt e rumei para a praia, quando lá cheguei, vesti o meu fato, aqueci um pouco e olhei o mar, sorri e corri para ele, que saudades que eu tinha de surfar.

14 comentários:

  1. Estou a adorar e ansiosa por saber o que vai acontecer a seguir :)

    ResponderEliminar
  2. Estou a gostar tanto disto, embora os capítulos sejam pequeno acho que estão bem equilibrados e deixam sempre um pouco de curiosidade em relação ao próximo, o que é ótimo.
    Quero continuar a acompanhar isto, adoro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Aguça? Eu por acaso costumo dizer afia xD
    Adorava saber surfar ^^

    ResponderEliminar
  4. Gosto! Mas tenho uma critica construtiva em relação aos diálogos. Nao precisas de meter todas as frases em discurso direto. Faz parecer que foi uma criancinha da primaria que escreveu. Alem disso devias adicionar os pensamentos da personagem durante os dialogos, especialmente porque estas a narrar na primeira pessoa! Podes por emxeplo escrever assim:

    "Quando dei fé já estava a porta, entrei e uma simpática rapariga veio atender-me, nunca a tinha visto ali. Perguntou-me o que eu desejava com um ar simpatico e acolhedor. Gostei dela. Disse-lhe que queria encomendar os meus livros e entreguei-lhe um pequeno post-it amarelo onde os tinha escrito. Ela pediu-me um numero de contacto e um nome. Dei-lhe o numero da minha, afinal de contas ela é que vai pagar."

    Espero que nao leves a mal. So quero ajudar a tornar a tua escrita um pouco mais eclética!

    ResponderEliminar
  5. Gostei, acho que consegues fazer ainda melhor, continua :)

    ResponderEliminar
  6. Está cada vez melhor querida :)

    ResponderEliminar
  7. Quando as relações se tornam possessivas, acabamos por nos esquecer de nós, de fazer aquilo que gostamos.
    Estou a gostar!

    ResponderEliminar
  8. Um excelente exemplo do bem que pode fazer livrarmo-nos de uma relação tóxica. Estou ansiosa por ler mais :)

    ResponderEliminar
  9. Não sei o que dizer... Colaste-me a cara ao ecrã!!!

    ResponderEliminar
  10. O que é um aguça? o.o
    Aiii que saudades do verão...

    ResponderEliminar